Há exatos cinco anos, o elogiado suspense Fragmentado, que marcou o retorno de M. Night Shyamalan à boa forma, estreava no Fantastic Festival e conquistava o público e a crítica especializada.

Na trama, Kevin (James McAvoy) possui 23 personalidades distintas e consegue alterná-las quimicamente em seu organismo apenas com a força do pensamento. Um dia, ele sequestra três adolescentes que encontra em um estacionamento. Vivendo em cativeiro, elas passam a conhecer as diferentes facetas de Kevin e precisam encontrar algum meio de escapar.

Contando ainda com nomes como Anya Taylor-Joy Casey, Betty Buckley, Haley Lu e Jessica Sula, a imprensa internacional aclamou a atuação de McAvoy e a condução de Shyamalan. O sucesso também foi refletido na bilheteria, arrecadando US$278 milhões mundialmente contra apenas US$9 milhões de orçamento.

Para celebrar seu aniversário, separamos uma breve lista com algumas curiosidades de bastidores, que você confere abaixo:



  • O filme buscou inspiração em Billy Milligan, que foi acusado de três estupros e foi a primeira pessoa diagnosticada com síndrome da personalidade múltipla – utilizada para defendê-lo no tribunal e colocá-lo em uma instituição mental. Milligan tinha 24 personalidades; dez delas amigáveis (Billy Milligan, Arthur, Ragen Vadascovinich, Allen, Tommy, Danny, David, Christene, Christopher e Adalana) e treze problemáticas (Phil, Kevin, Walter, April, Samuel, Mark, Steve, Lee, Jason, Bobby, Shawn, Martin, e Timothy). Além disso, havia uma personalidade conhecida como o Professor, uma fusão de todas as outras personalidades.
  • Joaquin Phoenix, que viria a ganhar o Oscar de Melhor Ator por ‘Coringa’, foi considerado para o papel principal. Entretanto, ele e a produção não conseguiam chegar a um acordo contratual, motivo pelo qual McAvoy eventualmente foi elencado no filme.
  • Para prevenir quaisquer vazamentos, a cena final não foi incluída no roteiro de filmagens – e também foi omitida de todos os testes de exibição.

Aproveite para assistir:

  • McAvoy quebrou as juntas dos dedos enquanto filmava na Filadélfia. Ele continuou a rodar as cenas por três dias antes de revelar sobre o machucado e, logo depois, foi procurar auxílio médico. Como resultado, ele também foi forçado a continuar o trabalho com o machucado tanto no longa quanto em ‘Atômica’.
  • Em uma entrevista, Shyamalan mencionou que havia licensiado uma trilha sonora de antigos filmes do lendário e falecido compositor Ennio Morricone, utilizando a música para compor o longa-metragem. Porém, ele achou que a trilha era muito datada e, no final das contas, contratou West Dylan Thordson para compor uma totalmente original.
  • Sterling K. Brown interpretou o professor Shaw na produção e, apesar de sua participação ter sido totalmente removida do corte final, elas aparecem nos extras do DVD, na seção de cenas deletadas.

  • Shyamalan aparece no filme como Jai, o concièrge apaixonado por fast-food do prédio em que Dr. Fletcher trabalha. Eles assistem a câmeras de segurança depois de Barry deixar o local.
  • O diretor originalmente escreveu o personagem de Kevin para o clássico Corpo Fechado, mas decidiu utilizá-lo em um filme separado, quinze anos mais tarde. Os dois filmes culminaram em um inesperado terceiro volume, intitulado Vidro e lançado em 2019.



  • Há uma cena, no final do longa, que mostra 23 diferentes escovas de dente para cada uma das personalidades de Kevin. Similarmente, os créditos de encerramento são ladrilhados e aparecem 24 vezes – uma vez a mais para levar em conta a recém-anunciada personalidade da Fera.
  • Este foi o quinto filme de Shyamalan a arrecadar mais de US$100 milhões nas bilheterias do Estados Unidos.
Comentários

Não deixe de assistir: