Os Filmes Mais Esperados de Novembro 2019

Os Filmes Mais Esperados de Novembro 2019



Pois é, amiguinhos. Eu disse que assim que piscássemos, o ano teria passado. E não deu outra. 2019 chega ao seu penúltimo mês, adentrando o verão e prometendo muito calor para os brasileiros. Uma forma de aplacar esta sensação desconfortável (a não ser que você esteja na praia) é se enfiar numa sala de cinema – e se estiver de férias, para mais de uma sessão seguida.

Para ajudar, este mês teremos diversas estreias significativas nas telonas, garantindo a diversão dos cinéfilos. Como de costume separamos o que de melhor o mês trará para você anotar e já se preparar! Vem conhecer.

07/11

Doutor Sono

Abrindo o mês de novembro, uma das estreias mais aguardadas pelos fãs de cinema em 2019. Doutor Sono é a continuação do clássico imortal O Iluminado (1980), de Stanley Kubrick, considerado um dos melhores filmes de terror já produzidos. E não pense você que esta é uma obra caça-níqueis, pois é baseada num livro escrito pelo próprio Stephen King, autor do original.

Crítica | Doutor Sono agradará em cheio aos fãs de ‘O Iluminado’, tanto do livro quanto do filme

Parasita

Aproveite para assistir:


Seguimos com um dos filmes mais elogiados do ano, que tem tudo para entrar nas listas dos melhores de 2019. Trata-se de uma produção sul-coreana, que levou o prêmio máximo no Festival de Cannes deste ano, a Palma de Ouro. Na direção, o prestigiado Bong Joon-ho (O Hospedeiro, Expresso do Amanhã e Okja). Na trama, uma família de desempregados fica obcecada por outra família, esta rica, e começam a querer viver sua vida.

Crítica | Parasita – Vencedor em Cannes, filme é um poderoso delírio de sobrevivência

Cadê Você, Bernadette?

Dois elementos chamam atenção neste longa. O primeiro é a protagonista: a musa Cate Blanchett, no papel de uma adorável mãe de família, decidindo se reconectar com sua vida profissional e criativa, muitos anos depois de ter abandonado tudo em nome do marido e da filha. O segundo elemento é a direção do sempre ótimo Richard Linklater (Boyhood e a trilogia do Antes).

Link Perdido

Novo trabalho dos estúdios Laika, um dos fortes expoentes que seguem mantendo a técnica de animação em stop motion viva. Na trama, o elo perdido, uma espécie de homem primitivo, decide contratar um famoso explorador para encontrar sua família perdida. No elenco de dubladores, Hugh Jackman é a voz do explorador, Zach Galifianakis é o elo perdido e Zoe Saldana é a protagonista feminina.

O Relatório

Com passagem por diversos festivais famosos no currículo, vide Sundance e Toronto, esta produção é protagonizada pelo promissor Adam Driver, em sua escalada para se tornar um grande astro. Aqui, ele vive um funcionário idealista do senado norte-americano, designado a investigar o processo de interrogatório pós-11 de setembro.

Crítica | O Relatório: Cinebiografia dramática é impactante e tem a cara do Oscar

14/11

As Panteras

Reboot da famosa franquia nos cinemas, sobre três mulheres detetives com muita atitude e sagacidade. A ideia original, é claro, partiu de um seriado da década de 1970, mas ganhou popularidade para a nova geração nos anos 2000, com Cameron Diaz, Drew Barrymore e Lucy Liu. Agora, quem comanda o show é Kristen Stewart, Naomi Scott e Ella Balinska. A direção é de Elizabeth Banks, que também interpreta a nova Bosley.

Ford Vs Ferrari

Com toda pompa de Oscar, o longa é protagonizado por um ator que costuma emplacar em época de premiações: Christian Bale – mais uma vez se descaracterizando para um papel. Ao seu lado, um ator que não chega muito atrás, o astro Matt Damon. O filme retrata uma disputa antológica entre duas das maiores empresas automobilísticas do mundo. Na direção, James Mangold, do sucesso Logan (2017).

Crítica TIFF | Ford v Ferrari: Christian Bale mais uma vez se transforma em cinebiografia

Invasão ao Serviço Secreto

Terceira parte das aventuras do agente secreto mais visceral de anos recentes, Mike Banning, vivido por Gerard Butler. Tudo começou em Invasão a Casa Branca (2013) e seguiu para Invasão a Londres (2016). Agora, o presidente é Morgan Freeman, e Banning é acusado de traição e caçado. O elenco conta ainda com Jada Pinkett Smith.

Dora e a Cidade Perdida

Adaptação em live action para as telonas do desenho animado da Nickelodeon, adorado pela garotada. Dora é uma menina latina, que se mete nas mais diversas aventuras pelas florestas do mundo – uma espécie de Indiana Jones mirim. No papel principal, Isabela Merced, ex-Isabela Moner.

Crítica | Dora Aventureira – Live-action diverte e surpreende com uma vibe ‘Os Goonies’

Medo Profundo – O Segundo Ataque

Continuação do sucesso surpresa de 2017, sobre duas irmãs que sofrem um acidente na gaiola de mergulho com tubarões e ficam presas, à mercê das criaturas pré-históricas assassinas. Nesta sequência, são quatro jovens e não existe mais a gaiola – e sim um labirinto subaquático nas ruínas de uma cidade. Ah, e os tubarões agora são da espécie mais mortal que existe.

Midway – Batalha em Alto Mar

Superprodução que retrata a famosa batalha de Midway, entre as forças americanas contra a frota do império japonês durante a Segunda Guerra Mundial. A direção fica por conta de um especialista, o cineasta Roland Emmerich, de Independence Day (1996) e O Dia Depois de Amanhã (2004).

Estaremos Sempre Juntos

Produção francesa estrela pela musa Marion Cotillard e grande elenco. O filme se trata da continuação de Até a Eternidade (2010), novamente escrito e dirigido pelo companheiro da atriz na vida real, o ator e cineasta Guillaume Canet. A trama mostra o reencontro de um grupo de amigos, e revela em que ponto suas vidas se encontram quase dez anos após o primeiro filme.

21/11

A Vida Invisível

Finalmente os brasileiros poderão conferir em circuito o filme que foi eleito para representar o país por uma vaga na categoria de produção estrangeira. E quem viu o filme garante a confiança em nosso produto. Baseado num livro celebrado, a história fala sobre a emancipação feminina ainda na década de 1950, quando duas irmãs bem diferentes lutam por sua liberdade, voz e direito de viver como quiserem. Julia Stockler e Carol Duarte vivem as irmãs inseparáveis. E o filme conta ainda com a presença de nosso monstro sagrado, Fernanda Montenegro.

Crítica | A Vida Invisível – Tocante relato sobre a força da mulher e a luta contra o patriarcado

Um Dia de Chuva em Nova York

Outro filme que os cinéfilos estavam loucos para assistir é o mais recente trabalho do icônico diretor Woody Allen. Desde 1982, o cineasta lança um filme por ano. Devido a problemas em sua vida pessoal, Allen precisou se ausentar dos cinemas em 2018. Assim, este longa foi adiado para este ano. A trama de romance mostra um jovem casal em suas desventuras pelos dias chuvosos de Nova York. No elenco, provavelmente os atores mais jovens protagonizando um filme do diretor, com Timothée Chalamet, Elle Fanning e Selena Gomez.

A Grande Mentira

Um dos filmes mais interessantes deste fim de ano, só a dupla protagonista aqui já venderia o ingresso aos cinéfilos. Quem protagoniza é a dupla de veteranos britânicos Helen Mirren e Ian McKellen. Na trama, McKellen vive um golpista, cuja nova vítima é a ricaça viúva interpretada por Mirren. Mas as coisas podem não ser como aparentam. A direção é de Bill Condon, que comandou o ator no elogiado Deuses e Monstros (1998).

28/11

As Golpistas

Uma das surpresas de 2019, As Golpistas era um filme pelo qual ninguém dava nada. E aí começaram a surgir as críticas extremamente positivas, que inclusive enalteciam a possibilidade de prêmios, em especial para o elenco encabeçado por Jennifer Lopez. Assim, foi um passo para a bilheteria do filme seguir de perto, se mostrando um sucesso financeiro. Na trama, um grupo de strippers decide dar um golpe em seus clientes investidores de Wall Street. A trama é baseada numa história real.

Carcereiros – O Filme

Versão para o cinema da famosa série da Globo, o filme mostra os conflitos entre agentes carcerários e os presidiários de uma instituição. A diferença é que por ser uma produção cinematográfica, a aposta na ação se intensifica.

Crítica | Carcereiros: O Filme – Realidade prisional cede espaço para trama de ação insana

Uma Segunda Chance para Amar

Este filme aposta no perfil fofo de Emilia Clarke, que nem quando foi uma impiedosa governante no medieval Game of Thrones deixou de ser adorável. A atriz já apostou em outros gêneros no cinema, mas parece funcionar bem em romances, vide o sucesso de Como Eu Era Antes de Você (2016). Aqui, temos uma comédia romântica que tem a cara do natal, e traz Clarke fazendo par com Henry Golding, de outro sucesso do gênero, Podres de Ricos (2018). A direção é de Paul Feig (Um Pequeno Favor) e o roteiro foi escrito pela atriz Emma Thompson, que também está no elenco.

Os Parças 2

Continuação do sucesso nacional Os Parças (2017), esta comédia traz de volta no elenco o quarteto principal, formado por Tom Cavalcante, Whindersson Nunes, Tirullipa e Bruno de Luca. Desta vez, o grupo está por trás da administração de uma colônia de férias para adolescentes.



COMENTÁRIOS