O primeiro filme da franquia ‘Pânico‘ foi lançado em 1996 e tornou-se um sucesso imediato, inspirando dezenas de produções de suspense e terror ao longo dos anos.

Mas você sabia que o longa foi inspirado em terríveis casos de assassinato na Flórida?

De acordo com o Screen Geek, o roteirista Kevin Williamson decidiu apresentar a ideia ao diretor Wes Craven depois de assistir à série de documentários ‘Turning Point‘.

Williamson ficou fascinado com um episódio focado em Daniel Harold Rolling, um assassino parafilíaco que ficou conhecido como o Estripador de Gainesville.

Em 24 de agosto de 1990, Rolling invadiu o apartamento das estudantes universitárias Sonja Larson e Christina Powell, ambas de 17 anos, e as atormentou antes de acabar com suas vidas.

Aproveite para assistir:

Ao encontrar Christina dormindo no sofá, o assassino vasculhou o imóvel e encontrou Sonja no quarto do 2º andar. Antes de esfaqueá-la até a morte, Rolling a sufocou, amarrou suas mãos para trás e a agrediu violentamente.

Ao voltar para Christina, ele também a sufocou e prendeu suas mãos às costas, estuprando-a antes de esfaqueá-la repetidamente.

Na noite seguinte, ele invadiu o apartamento de Christa Hoyt, de 18 anos, torturando-a da mesma forma que fez com Christina e Sonja. No entanto, ele ainda a decapitou e deixou sua cabeça numa prateleira da sala.

Dois dias depois, ele invadiu o apartamento de Tracy Paules e Manny Taboada. Taboada lutou com o maníaco, mas acabou sendo assassinada facilmente.

Enquanto Taboada se defendia, Paules tentou trancar seu quarto fazendo uma barricada, mas se tornou mais uma vítima.

Os crimes chocaram os moradores de Gainesville, e Rolling só foi indiciado depois que foi pego roubando uma loja, pouco mais de uma semana após a morte de Paules e Taboada.

A polícia o investigou e descobriu que as ferramentas usadas no roubo foram as mesmas usadas para arrombar os apartamentos das jovens. Mais tarde, foram descobertos diários e gravações, nos quais o assassino comemorava seu êxito em cada um dos assassinatos.

O Material estava escondido em um acampamento improvisado em um matagal próximo ao complexo de alojamentos da Universidade da Flórida.

Rolling foi acusado formalmente em 1991 e se declarou culpado em 1994, confessando oito assassinatos. Por conta das várias versões relatadas, seu julgamento durou anos e ele foi condenado à morte em 2006.

Esse foi o caso bizarro que levou Williamson a escrever 18 páginas de um rascunho, que mais tarde viria a se tornar uma das mais famosas franquias de terror adolescente.

Para quem não conhece, a trama acompanha um serial killer mascarado conhecido como Ghostface, que utiliza bordões e um assustador conhecimento sobre produções de terror para perseguir suas vítimas.

Juntos, os quatro filmes arrecadaram mais de 608 milhões de dólares nas bilheterias mundiais.

Depois do lançamento de Pânico 4’ em 2011 e com a morte de Craven, a MTV resolveu produzir um reboot seriado da saga, reinventando o icônico personagem de Ghostface para as telinhas em 2015. Neste ano, o show ganhou uma terceira e última temporada.

Além disso, um 5º filme está sendo desenvolvido com o retorno de alguns membros do elenco e produção executiva de Williamson.  

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE