Segundo o DeadlineJodie Turner-Smith não será mais uma das personagens principais de The Witcher: Blood Origin, pré-sequência da adorada e bem-sucedida The Witcher, da Netflix.

A atriz teve de abandonar o projeto em virtude de conflitos de agenda.

Conhecida por seu papel em ‘Queen & Slim’, Turner-Smith daria vida à Éile, uma guerreira de elite abençoada com a voz dos deuses, que deixa o seu clã e sua posição como guardiã da Rainha para seguir o seu coração como uma música nômade. Porém, um grande confronto no continente a força a retornar à ação em sua busca de vingança e redenção.

A plataforma de streaming ainda não se pronunciou.



Confira a primeira imagem de bastidores da série derivada:

Laurence O’Fuarain (‘Vikings’) continua atado ao elenco como Fjall, nascido em um clã de guerreiros que juraram proteger o Rei. Fjall carrega uma cicatriz profunda: a morte de um ente querido, que foi derrotado em uma batalha tentando salvá-lo. É uma cicatriz que não o deixa se curar. Em sua busca pela redenção, Fjall se encontrará lutando ao lado do mais improvável dos aliados enquanto traça um caminho de vingança em um continente em turbulência.

A produção será ambientada em um mundo elfo, 1200 anos antes dos eventos protagonizados por Geralt de Rivia (Henry Cavill) – e mostrará a criação do primeiro Bruxo.



Blood Origin contará uma história perdida no tempo – a origem do primeiro Bruxo, e os eventos que levaram à crucial conjunção das esferas, quando o mundo de monstros, homens e elfos fundiu-se para se converter em um só.”

Andrzej Sapkowski, autor dos livros, servirá como consultante criativo da série.

Comentários

Não deixe de assistir:

🚨 INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE 🚨http://bit.ly/CinePOP_Inscreva