Em entrevista ao TVLine, Don Mancini, criador da franquia ‘Brinquedo Assassino‘, comentou sobre a série ‘Chucky‘ ter um protagonista LGBT+, tendo a chance de mostrar essa questão através da perspectiva do boneco psicopata.

“No formato de série, nós temos mais tempo para desenvolver esses personagens. Nós temos a chance de conhecê-los como seres humanos, de uma forma muito mais profunda do que um filme de 90 minutos. No início, os personagens parecem uma coisa, mas, conforme a história vai se desenvolvendo, você percebe que eles são mais complexos.”

Ele completa, “É interessante fazer uma crítica social [sobre sexualidade], principalmente por fazermos isso através da perspectiva de um ícone do gênero como o Chucky. Ele enfrentou dificuldades com seu filho de gênero-fluido em ‘O Filho de Chucky’, mas, ao final da história, ele o aceita. Chucky está em uma boa posição para se tornar um aparente aliado do [protagonista gay] Jake. Chucky não é homofóbico ou racista, ele é apenas um psicopata que não discrimina. Ele vai matar todo mundo.”



No Brasil, a produção irá estrear no serviço de streaming no dia 27 de outubro, e ganhará um episódio por semana. Nos EUA, a série será lançada em 12 de outubro.

A série foi criada por Don Mancini.

Aproveite para assistir:

Brad Dourif volta a dublar o boneco assassino. A produção ainda conta com o retorno de Fiona Dourif (‘O Culto de Chucky’) e Jennifer Tilly, além de introduzir os novatos Devon Sawa (‘Premonição’), Zackary Arthur (‘Transparent’), Barbara Alyn Woods (‘One Tree Hill’), Lexa Doig (‘Jason X’), Teo Briones (‘Ratched’), Bjorgvin Arnarson (‘PEN15’) e Alyvia Alyn Lind.

Depois de um clássico boneco Chucky aparece em uma venda de usados num bairro suburbano, uma idílica cidade dos Estados Unidos é jogada no caos após uma série de assassinatos terríveis exporem as hipocrisias e os segredos de seus habitantes. Enquanto isso, a chegada de inimigos – e de aliados – do passado de Chucky ameaça expor a verdade por trás das mortes, bem como as origens do boneco demoníaco. 



Comentários

Não deixe de assistir: