[ANTES DE COMEÇAR A MATÉRIA, FIQUE CIENTE QUE ELA ESTÁ RECHEADA DE SPOILERS] 

Se você ainda não assistiu ao quinto episódio de Loki, não leia esta matéria para não receber spoilers.

O quinto episódio de Loki, Jornada ao Mistério, lançou uma dezena de easter eggs em tela para tentar compensar a falta de história. Com esse jeitão de filler, o penúltimo capítulo se tornou uma grande caça às referências, sendo a melhor delas a participação de uma variante muito querida pelos fãs do Deus do Trovão, o Sapo Thor ou Throg. Sua aparição dura pouco mais de dois segundos, mas foi o bastante para deixar os fãs em polvorosa ao vê-lo tentar escapar do frasquinho para chegar ao Mjölnir.



Conforme visto na etiqueta do frasquinho, o Sapo Thor está identificado com o termo T365, que é uma referência ao quadrinho Thor #365, em que o personagem fez sua estreia. Inclusive, em entrevista ao podcast For All Nerds, a diretora Kate Herron confirmou que a voz do Anfíbio do Trovão é de ninguém menos que Chris Hemsworth, o Thor do MCU. Ela garantiu que o ator foi convocado para fazer esse gritinho exclusivamente para a série, não se tratando de um áudio antigo reutilizado.

Aproveite para assistir:

No entanto, isso distancia o personagem de sua versão das histórias em quadrinhos. Nas HQs, o Sapo Thor é Simon Walterson, um ex-jogador de futebol americano universitário que foi escolhido para jogar na NFL. Porém, ele sofre uma lesão gravíssima no joelho que o obriga a encerrar a carreira precocemente. Simon então busca forças em sua família e no trabalho voluntário. Só que começam a acontecer uma série de desgraças, como a morte de seu bebê ainda no útero da mãe e de sua esposa. Afundado pela depressão, o rapaz procura videntes, ciganas e bruxas para tentar contato com o mundo do mortos. Depois de muita procura, ele encontra o bruxa que o põe em contato com os familiares mortos. Após o alívio de falar com seus amores, Walter percebe que não vai ter como pagar a tal bruxa pelo serviço prestado. Irritada, ela o pune transformando-o em um sapo.



Desolado, ele vai para o Central Park, onde conhece outros sapos e acaba se envolvendo na guerra contra os ratos. Então, Thor, que também fora transformado em sapo, aparece e conhece Simon. Eles conversam e o rapaz o convence a participar da batalha. Com o conflito resolvido, Thor se prepara para voltar a Asgard. Só que um bode pisa no Mjölnir e acaba soltando uma lasca do martelo. Esse pedaço se transforma em um mini-Mjölnir que é prontamente levantado por Simon, que se transforma no Sapo Thor ou Throg, o Sapo do Trovão.

Posteriormente, ele passa a integrar uma versão de mascotes dos Vingadores – sim, aquilo é um Tiranossauro -, onde vive grandes aventuras e chega a passar por uma crise de identidade. Sim, ele começa a se questionar se é apenas um sapo ou se é uma entidade mitológica nórdica.

Nos cinemas, a vez que em que Thor foi transformado em sapo pelo Loki (Tom Hiddleston) já foi citada em forma de piada em um diálogo entre os dois, mas a versão anfíbia do herói nunca havia sido mostrada até então. Só que, segundo Eric Martin, um dos roteiristas da série, a aparição do Sapo do Trovão deveria ter acontecido mais cedo, ainda no primeiro episódio. De acordo com o que ele disse em seu Twitter, a produção chegou a gravar uma cena em que Loki estaria no Teatro do Tempo, na TVA, e seria afetado por uma memória do Sapo Thor dando socos nele. Bom, agora fica a expectativa do Disney+ disponibilizar essa cena como um bônus após o fim da série. E conhecendo o diretor Taika Waititi, que vai comanda Thor: Amor & Trovão, não seria nenhum absurdo acreditar que o herói anfíbio pudesse voltar a aparecer, mas agora com mais tempo de tela. Isso porque o Mjölnir, que foi destruído em Thor: Ragnarok (2017) estará na quarta aventura do herói e muitos fãs acreditam que o Vazio/ Multiverso será a explicação usada para o triunfal retorno do martelo místico. Se essa for a justificativa, realmente não há impedimentos para a volta de Throg.

O último episódio de Loki estreia nesta quarta (14) no Disney+.



 

Comentários

Não deixe de assistir: