A Disney surpreendeu o mundo ao anunciar que ‘Mulan‘ será lançado no mercado norte-americano por meio da plataforma Disney+, pelo valor de US$ 29,99.

A inesperada decisão acabou abrindo um debate envolvendo outros aguardados lançamentos, que também foram diretamente afetados pela pandemia do coronavírus. E o sci-fi ‘Tente’ tem sido um dos principais alvos dessas discussões, principalmente em virtude dos seus inúmeros adiamentos e especulações dos bastidores envolvendo Christopher Nolan e a Warner Bros.

E o CEO da WarnerMedia, Jason Killar, foi questionado pela revista Variety se o conglomerado estaria aberto para a possibilidade de lançar o aguardado thriller no formato streaming. Se desviando de uma resposta categórica, o executivo salientou a persistência de fazer Tenet uma experiência cinematográfica para ser vista nas telonas:


“Eu não tenho nenhum comentário sobre isso especificamente. Eu acho que com Tenet nós deveríamos julgar isso baseado na nossa decisão ao fazer o filme, que é: Nós acreditamos no mercado das salas de cinema. Estamos empolgados por fazer uma parceria com Chris Nolan, para lançar ‘Tenet’ nos cinemas primeiro e antes de tudo”.

O CEO foi ainda mais além, afirmando que eventualmente o filme será lançado em outros formatos, mas que a preferência é seguir o caminho pré-determinado em direção aos cinemas:

Aproveite para assistir:

“E então, claro, o filme estará em outros formatos e em outros locais, que não sejam os cinemas. Mas eu acho que, se você olhar para o nosso comportamento, acreditamos na experiência em uma sala de cinema e, claro, também estamos em uma comunicação muito próxima com todos da indústria de expositores de filmes, sobre a disponibilidade de salas e sobre como podemos servir coletivamente os consumidores da melhor maneira possível daqui para frente… Então eu sei que é um assunto muito provocativo. Eu entendo isso e é muito compreensível. Mas, no final do dia, estou animado com esse tipo de lançamento e estou me inclinando para isso”.

A previsão é que a estreia do filme aconteça em território nacional no dia 10 de setembro.

O estúdio está preocupado com o avanço da pandemia de coronavírus pelo mundo, já que a maioria das salas de cinemas seguem fechadas.

A Warner planeja lançar a produção dia 26 de agosto em países que já contiveram o pico do coronavírus, como Austrália, Canadá, França, Alemanha, Itália, Japão, Coréia, Rússia, Espanha e Reino Unido.


Vale lembrar que, de acordo com uma recente matéria do IndieWire, o filme teria que arrecadar pelo menos US$800 milhões pelo mundo para não ter prejuízo comercial. Com o adiamento indefinido, é provável que o valor aumente.

O filme é dirigido e escrito por Nolan e tem duração de 149 minutos (2 horas e 29 minutos).

“Armado com apenas uma palavra – Tenet – e lutando pela sobrevivência do mundo inteiro, o Protagonista viaja através de um mundo crepuscular de espionagem internacional em uma missão que irá desenrolar em algo para além do tempo real.


Não viagens no tempo. Inversões”.

John David Washington, Robert Pattinson, Elizabeth Debicki, Michael CaineKenneth Branagh estrelam.

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE