Quando Rosamund Pike recebeu o Globo de Ouro por sua atuação em ‘Eu Me Importo‘, ela brincou durante o discurso ao dizer:

“Talvez eu só deva agradecer ao falido sistema jurídico da América por tornar possível fazer histórias como esta.”

A declaração fez muitos espectadores se perguntarem se o longa dirigido por J. Blakeson foi baseado em acontecimentos reais…

Na trama, uma cuidadora de idosos aplica golpes em seus clientes com o objetivo de se apossar de seus bens materiais enquanto eles apodrecem em ‘casas de repouso’ com a justificativa de que não são capazes de cuidar de si mesmos.



O mais chocante é que a história mostra como médicos, juízes e instituições renomadas contribuem com a prática da fraude, transformando toda a situação em um negócio bastante lucrativo.

Mas será que isso acontece mesmo na vida real?

Aproveite para assistir:

Durante uma entrevista para a Harper’s Bazaar, Blakeson contou que começou a pesquisar sobre o assunto quando seus amigos comentaram sobre um noticiário em que cuidadores foram presos depois de aplicarem golpes.

“O conceito do filme começou quando fiquei sabendo de histórias de guardiões legais que eram predadores na vida real. Eles manipulam o sistema e exploram suas proteções, eu fiquei horrorizado com o quão astutas são essas pessoas.”



Ele acrescentou que fez uma longa pesquisa antes de escrever o roteiro e ficou espantado com a quantidade de casos parecidos com o do filme.

“Eu fui até a toca do coelho chamada Google e li muitas notícias sobre o assunto. Fiquei horrorizado com as coisas terríveis que tantos deles estavam fazendo – especialmente considerando que a maioria de suas ações tiveram sucesso por meio de brechas legais. Minha pesquisa me levou a explorar temas de ambição, o sonho americano e humanos tratados como mercadorias, então eu tive um estalo e comecei a escrever o roteiro.”

Depois de se meter com uma idosa (Diane Wiest) ligada à máfia russa, a protagonista Marla Grayson (Pike) acaba enfrentando criminosos enviados pelo filho dela, Roman Lunyov (Peter Dinklage).

Blakesson contou que Grayson e Lunyov são personagens fictícios, mas baseados em reportagens relacionadas ao esquema fraudulento.

Uma dessas reportagens contava o caso de April Parks, cuidador que foi condenado em 2019 por mais de 100 acusações de familiares de idosos, incluindo os crimes de furto, extorsão, maus-tratos e exploração de seus clientes.

Já a personagem de Wiest foi criada como uma forma de dar justiça às vítimas, mesmo que de forma violenta.

“É uma ficção, não faço apologia à criminalidade, mas eu sabia que o público ia vibrar quando Marla se deparasse com alguém que lhe faria se arrepender de todas as suas atitudes. Foi assim que nasceu Jennifer Peterson (Wiest).”



Por incrível que pareça, o Conselho Nacional do Envelhecimento dos EUA registrou que um em cada 10 americanos com mais de 60 anos sofre algum tipo de abuso e apenas um em 15 casos tem coragem de fazer denúncias.

Em 2018, o Comitê de Envelhecimento do Senado convocou a reforma do sistema de tutela nos Estados Unidos após o surgimento de casos preocupantes sobre idosos em tutela abusiva.

Através de um comunicado, a senadora do Maine, Susan Collins, disse que:

“Estima-se que 1,3 milhão de adultos estão sob os cuidados de tutores familiares ou profissionais que controlam aproximadamente US$ 50 bilhões de seus ativos. A tutela é uma relação legal criada por um tribunal que visa proteger aqueles que perderam a capacidade de cuidarem de si mesmos. No entanto, descobrimos que, em muitos casos, o sistema carece de proteções básicas, deixando os americanos mais vulneráveis ​​sob risco de exploração.”

Lembrando que o filme já se tornou um dos títulos favoritos dos assinantes da plataforma.


Assista nossa crítica:

Crítica | Rosamund Pike vive uma ambiciosa golpista no thriller ‘Eu Me Importo’

Marla Grayson (Pike) é uma renomada guardiã legal que gosta de ficar com pessoas idosas e ricas. Às custas da última, ela leva uma confortável vida de luxo. Quando ela pensa ter encontrado uma nova vítima perfeita, descobre que a mesma guarda segredos perigosos. Com base nisso, Marla vai ter que usar toda sua astúcia se quiser continuar viva.

O elenco também conta com Eiza González e Chris Messina.

COMENTÁRIOS

Não deixe de assistir: